Alto consumo de café faz cafeteria ter crescimento de 60% durante a Covid-19

Compartilhe

A Duckbill passou a investir em novos produtos e lifestyle para fidelizar o cliente

Segundo a Associação Brasileira da Indústria do Café (ABIC), o consumo da especiaria segue em alta mesmo com os impactos causados pela pandemia da Covid-19 na economia. De acordo com a entidade, o consumo de café no Brasil aumentou 1,34% no último ano, deixando o país no patamar de segunda nação que mais consome a bebida no mundo.

<\/div>

“Nos últimos meses, o mercado de cafeterias precisou passar por um momento de inovação. Logo no início da pandemia foi necessário readequar a forma de atender o cliente, buscando alternativas à experiência de consumo no local. Na Duckbill por exemplo, nos especializamos em Drive Thru e Delivery para melhor atender o cliente”, pontua André Felipe Portugal, Head de Marketing da Duckbill.

Após a reabertura dos comércios no país, ficou nítido que o aumento do consumo não ficou apenas nos lares dos brasileiros, mas também, nos estabelecimentos gastronômicos. “Com a aderência ao home-office, nós notamos esse aumento no consumo do café especial em casa. Hoje o consumidor está muito mais exigente sobre a qualidade da bebida e em busca de novas combinações de sabores e métodos de preparo”, comenta.

A Duckbill é uma das maiores redes de cafeterias do país e comercializa mais de 33 mil cafés por mês em suas lojas. “Durante o fechamento do comercio, nós apostamos em outras formas de contato e de experiência com o cliente, fortalecendo a linha Duckbill em Casa, quando as lojas reabriram, ficou palpável esse aumento no consumo, quem ainda não conhecia a Duckbill passou a experimentar e consumir regularmente e o crescimento da rede em número de lojas tem ajudado a fortalecer e posicionar a marca no mercado”, comemora.

Hoje já são mais de 130 lojas em funcionamento em 26 Estados e um público fiel. Além das bebidas, a marca que também é especialista em cookies, comercializou mais de 130 mil unidades no último mês. Outra preocupação da rede é criar um ambiente afetivo em suas unidades “Sempre foi nosso objetivo gerar conexão através da autenticidade da marca. Buscamos isso com um trabalho ávido de comunicação. Queremos fazer parte da rotina do nosso cliente e estar junto com ele nos momentos importantes, seja enfrentando os desafios do dia-a-dia, ou em uma reunião de negócios ou até mesmo em encontros afetivos”, finaliza André.

Para esse ano, a rede tem como expectativa faturar R$60 Milhões, inaugurar 100 unidades e manter o catálogo de produtos atualizados, além de focar na criação de itens colecionáveis e exclusivos para os consumidores da loja.

Sobre a Duckbill Cookies & Coffee

O empresário Rafael Naves em 2016 criou a empresa atuante no segmento de cookies e cafés especiais e dois anos depois (2018) uniu-se ao Grupo 10x no franchising. Atualmente possuiu diversas lojas espalhadas pelo Brasil e diferenciais como alimentos sem conservantes e aromatizantes artificiais e produtos que unem sabor e qualidade. Inspirado em modelos de negócio de sucesso de Nova Iorque como a Levain Bakery, não poupou esforços até encontrar a receita de cookie perfeita, com isso, foram testados 42 tipos de receitas até que chegou na que hoje é o carro chefe da rede.

Fonte: LuckyCom