Opiniões para o relatório final do Manual de Crédito Rural serão recebidas por comissão externa

Compartilhe

Relatório deverá trazer recomendações para o Poder Executivo e propostas legislativas para serem votadas na Câmara e no Senado

O coordenador da comissão externa da Câmara dos Deputados destinada à revisão do Manual de Crédito Rural (MCR), deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), informou nesta terça-feira (23) que até o dia 6 de dezembro vai receber sugestões para o relatório final, que será colocado em votação no dia 15 seguinte.

A primeira versão do relatório deverá ser divulgada até esta quarta (24). Poderão propor mudanças, além dos deputados, os setores ligados diretamente ao assunto, como o Ministério da Economia, Banco Central, associação de produtores rurais e entidades do sistema financeiro.

Durante reunião da comissão, Goergen afirmou que o relatório condensa propostas apresentadas nas 13 reuniões técnicas organizadas pelo colegiado, que conta com 12 membros. “Tudo que está aqui [no relatório] chegou até a comissão a partir das reuniões”, disse.

O relatório deverá trazer recomendações para o Poder Executivo – responsável pela regulamentação do crédito rural – e propostas legislativas para serem votadas na Câmara e no Senado. A comissão externa foi criada a partir de proposta do deputado.

Complexidade

O MCR é o documento que consolida os diversos normativos sobre crédito rural aprovados pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Goergen alega que o manual foi ganhando complexidade ao longo dos anos, dificultando a concessão do crédito e reduzindo o interesse das instituições financeiras em operar financiamentos rurais.

A versão atual do MCR tem 292 páginas. O documento trata de assuntos como os agentes que podem contratar o crédito rural, os tipos de operação, os encargos financeiros e os instrumentos que podem ser utilizados para representar operações de crédito rural (como Cédulas de Crédito Rural e Cédulas de Crédito Bancário). Também traz normas sobre renegociação de débitos.

De acordo com o Banco Central, foram assinados no ano passado 1,9 milhão de contratos de crédito rural, que somaram R$ 205,9 bilhões.

Fonte: Agência Câmara de Notícias