Soja: Procura firme aumenta preços do grão e do farelo; semeadura tem início no BR

Compartilhe

Os prêmios de exportação de soja e de farelo de soja seguem em alta no mercado brasileiro, influenciados pela firme demanda externa, especialmente da China.

Segundo pesquisadores do Cepea, o país asiático intensificou as importações do Brasil, devido a problemas logísticos na infraestrutura do principal canal de escoamento de grãos dos Estados Unidos (Costa do Golfo de Mississipi) causados pela recente passagem de furacão pela região. Além disso, o baixo nível do rio Paraná segue prejudicando as exportações da Argentina.

Assim, para a soja em grão, os prêmios de exportação operam nos maiores patamares nominais desde novembro/18, a US$ 2,48/bushel na última semana.

Para o farelo de soja, os prêmios estão nos patamares mais elevados desde agosto/14, a US$ 52,00/tonelada curta no mesmo período. Diante disso, o “crush margin” das indústrias passou para US$ 18,24/tonelada na média semanal (13 – 17).

Como resultado, os Indicadores ESALQ/BM&FBovespa Paranaguá, CEPEA/ESALQ Paraná e os valores do farelo avançaram nos últimos dias. No campo, a semeadura se iniciou em partes do Sul e do Centro-Oeste.

No Sudeste, produtores aguardam por chuvas mais volumosas para começar os trabalhos.

Fonte: Cepea